Pet do dia: Pingo!

wpid-img-20150111-wa0016.jpg

Pingo sorridente!

Nome: Pingo (por quê será, né?)

Raça: Pinscher zero

Idade: 9 anos

Onde mora: Itapevi

Sexo: Macho

Donos: Rodrigo e Luciene

 

Pingo e sua chegada na família!

O Rodrigo e Luciene estavam iniciando a vida de casados, o Rodrigo trabalhava e a Luciene ficava em casa. Assim, ela se sentia muito sozinha, chorava todos os dias, e além disso, sentia muita falta da mãe por perto. Então, em meados de janeiro de 2008, decidiram que um cachorrinho poderia ajudar a combater a solidão que Luciene sentia. Começaram a pesquisar sobre pets, mas só um mês depois, em fevereiro, conheceram o Pingo, um
“Pinscher zero”, com poucos dias de vida, um bebezinho, e no aniversário da Luciene em fevereiro mesmo, decidiram então, que ficariam com Pingo! E assim ele passou a se chamar a partir daquele dia!
Mas o filhotinho só pode ir para casa com 45 dias, e desde então ele faz parte da família.

Arteiro?

O Pingo conseguiu fazer uma bela de uma arte!!!
Ele conseguiu rasgar um colchão inflável! (Isso só prova que tamanho não é documento)
Ele cavou… Isso mesmo, cavou! Mas cavou tanto o colchão que acabou furando!!

Pingo e suas confusões!

wpid-img-20150111-wa0017.jpg

Pingo: só a pose é de cãozinho dócil

Em outra ocasião, Rodrigo e Luciene resolveram levar ele para passear. O dia estava bonito e então, decidiram ir até o Parque Cemucan, localizado em Cotia, na Grande São Paulo.

E nesse dia resolveram que iriam ensinar a ele “como andar sem coleira”. Como todo cachorro atentado, assim que o soltaram, ele saiu em disparada, mas sempre voltava. Uma alegria que só! Mas a alegria era tanta que não parava, até que ele se distanciou demais! Luciene deu um grito chamando-o para perto, mas como Pingo estava afastado, ela parou e ficou procurando por ele. Só que o parque estava movimentado, e isso dificultou pra ele encontrar Luciene novamente. Mas ele voltou! Ficou procurando, procurando, até que viu a dona deitada na grama, saiu correndo todo alegre e deu um pulo enorme em cima dela!! A alegria era demais!!! 😀

O Pingo, certa vez, com as artes dele, acabou fraturando a pata e com isso, passou algum tempo mancando. Isso fez com que ele percebesse que as pessoas davam mais atenção a ele! Só que o tempo passou…. passou e ele melhorou! Estava 100% novamente, mas algo ele não esqueceu: a atenção que todos davam a ele! E assim, quando queria um pouquinho de atenção, Pingo começava a mancar, mas a sem vergonhisse era tanta que ele mancava com A OUTRA PATA, que nunca tinha acontecido nada!!! Kkkkkkkkkk

O que o Pingo mais gosta?

Adora carinho na barriga, no pescoço e na cabeça… se derrete todo!!!

O que o Pingo não gosta?

Ele odeia quando tentam pegá-lo! (Cachorrinho pequeno: quem não gosta de pegar no colo, né?)
Seja adulto ou criança, melhor não insistir nisso! Só o Rodrigo e a Luciene conseguem, e mesmo assim, quando ele deixa! (Ooo bichinho de gênio forte!!)

Manias…

Toda vez que ele vai dormir, ele tem que cavar, (lembrando que ele não é um tatu) mas ele cava, e cava muito antes de dormir. Segundo a dona, ele faz isso para aquecer o local onde vai deitar. (Foi assim que ele rasgou o colchão inflável, lembram?)

Dica sobre a raça!

Rodrigo e Luciene disseram que a raça do nosso amigo Pingo, não é boa para se criar em apartamentos, pois são muito barulhentos, latem demais!

Os donos Luciene e Rodrigo com Pingo

Os donos Luciene e Rodrigo com Pingo

 

E aí? Gostaram da história?

Escreva pra gente! Sua história pode ser a próxima!

Lambidas!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s